O que te está a impedir de avançares?

Consegues identificar?

  • Sentes que queres fazer algo mas não consegues avançar e não sabes o porquê?
  • Consegues identificar o que te esta a bloquear mas não sabes como ultrapassar?
Podemos falar de crenças, medos,vários termos mas, não sei se te acontece, por vezes parece que temos aqueles bloqueios mentais e que estão ali a impedir, a arranjar forma de não avançarmos.

Identificaste com isto?

Sabes, um bloqueio mental impede-te de avançares ou trabalhares no que queres, perante alguma situação que seja mais desafiadora. Pode provocar sintomas vários sintomas como: mau estar físico e emocional, ansiedade, frustração que pode consequentemente provocar sentimentos de sentimentos de culpa e vergonha. Existem várias situações que podem despoletar esses bloqueios e talvez te identifiques com um ou mais do que vou deixar descrito:
  • Ansiedade
  • Sentimento de falta de controle
  • Expectativas
  • Quando sentes que tens de fazer algo
  • Medo
  • Situações de causem stress
  • Baixa auto estima
  • Falta de auto-confiança
  • Necessidade de ser perfeita
  • Baixa tolerância à frustração
Com qual ou quais te identificas? Geralmente qual é a tua reacção quando isso acontece? O que quer que te esteja a impedir, é possível alterar!
Ora, quando estas num desses momentos de bloqueio, é importante distraíres a tua mente e mudar a forma como comunicas contigo.

Mas como?

Quando queremos fazer algo com o qual não estamos confortável, os nossos medos e bloqueios parecem uma disparam dentro de nós, da nossa mente. Os medos dizem-te para parares, porque as coisas vão correr mal, porque não és assim tão forte, porque podes perder, porque podes não conseguir. Muitas vezes até queremos superar os nossos medos e bloqueios e dizemos a nós mesmas que conseguimos, que tudo vai tudo ficar bem, mas a verdade é que a batalha continua dentro de nós. Superar os bloqueios pode não ser fácil, pois eles estão presentes nas situação, mas tudo depende de ti. O que me ajudou foi trabalhar o meu discurso interno. Sabes aquela vozinha interior chata que não nos larga?

É este o desafio que te deixo. Muda a tua voz interior

Sabes muito sabes quando ouvimos ou dizemos a mesma coisa varias vezes, começamos a creditar que é verdade.

Vou-te dar um exemplo:

Em 2017, um chefe começou a dizer-me que eu não ia ter sucesso na minha vida profissional porque não fazia horas extra. Não ia conseguir evoluir, ganhar bem entre outras coisas. Ora eu não fazia esses tais horas extras pois eu não tenho com quem deixar o meu filho. Ouvi isso durante meses e comecei a acreditar que tinha de voltar para Lisboa, inclusive chegou a causar alguns problemas na minha relação . (shame on me, por ter permitido que isto acontecesse mas eu não estava bem emocionalmente)

O que me ajudou foi pensar da seguinte forma: Não! Eu é que decido o que é melhor para mim

Por isso, é importante trabalhares a tua maneira de pensar e falar e acima de tudo ser positiva. Que te costuma “dizer” a tua voz interior?
Sabes, é desafiante “desinstalar” estes pensamentos da nossa mente. Somos pessoas de hábitos. Aprendemos a viver com ela, confiamos e acreditamos no que nos diz. Imagina, como te irias sentir sem teres essa voz constantemente a desmoralizar-te? Podes experimentar:
  • Eliminar palavras e frases negativas da tua comunicação.
  • Eliminar palavras e frases que de alguma forma geram stress e ansiedade.
  • Questiona os teus pensamentos! Será que existem realmente uma verdadeira razão para pensares ou sentires o que quer que seja?
Sei o quanto é desafiante mudarmos o nosso mindset mas algumas tinhas pensado no poder que estas a dar aos teus pensamentos? Imagina que a tua voz interior, essa voz crítica que te bloqueia, é uma pessoa. Que lhe dirias, se essa pessoa, falasse sempre dessa forma contigo?

Would you like to…?

Use the Divi Builder…

to design your pop-up!

Donec rutrum congue leo eget malesuada. Curabitur non nulla sit amet nisl tempus convallis quis ac lectus. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta. Curabitur aliquet quam id dui posuere blandit. Proin eget tortor risus.